CONTACTO    ACTIVIDADES    MÍDIA    EDUCAÇÃO & LEITURA    LIVROS    PLANTAS    LENDAS    GASTRONOMIA


Dulce Rodrigues, escritora

páginas em francês   páginas em português   páginas em inglês

HOME

Introdução

Aipo ou Salsão

Alho

Carvão vegetal

Cereja e Ginja

Chagas ou Capuchinhas

Coentros

Estévia

Oliveira

Noz de Acaju

Salsa

Tomilho

Urtiga

 

Livro de Visitas

LIVRO de VISITAS

 
 

AS INFUSÕES DE PLANTAS MEDICINAIS
(As infusões são "chás" feitos com outras plantas que não a flor do chá)

Infusão de alecrim (ou rosmaninho)
O alecrim ou rosmaninho estimula o funcionamento da vesícula biliar, pelo que é usado em casos de insuficiência hepática ou de inflamação da vesícula. Pode igualmente aliviar dores de cabeça e problemas de indigestão, e diz-se ainda que melhora a memória e o humor. Pelo seu efeito igualmente relaxante sobre os músculos do sistema respiratório, o alecrim acalma a tosse e contribui para o conforto do asmático.
A infusão é tomada geralmente como revigorante de manhã ou em períodos de cansaço.

Infusão de flor de alfazema (ou lavanda)
A alfazema ou lavanda é uma planta com efeito sedativo sobre o sistema nervoso, pelo que é aconselhada em casos de anxiedade e nervosismo.
Curiosamente, a lavanda acalma, mas ao mesmo tempo estimula. Recomendo, assim, que cada um faça a sua própria experiência. Embora a infusão feita com as flores desta planta seja uma bebida recomenda como relaxante e que deve ser tomada antes de deitar para ajudar a induzir o sono, isso não me acontece; pelo contrário, provoca-me insónia. Todavia, tomada durante o dia, sinto que me acalma.

Infusão de folha de erva-cidreira
Esta planta exerce uma acção sedativa e salutar sobre os estados de anxiedade e nervosismo. Ao acalmar os nervos, ajuda por sua vez a digestão. Também se revela eficaz no alívio dos estados febris.
É mais aconselhável que a infusão seja feita com folhas frescas, se possível.

Infusão de folha de framboesa
Esta infusão é ligeiramente adstringente, podendo ser usada como elixir oral ou colutório em infecções da garganta.
Há quem diga que, bebida regularmente durante as últimas semanas da gravidez, pode reduzir a duração das dores e facilitar o trabalho de parto. Contudo, não deve ser tomada no início da gravidez, pois pode provocar aborto.

Infusão de malvaísco
A infusão desta planta acalma todas as irritações e inflamações das mucosas: bronquites, constipações e gripes, tosse, laringites, etc.
Antigamente, usavam-se as infusões de malvaísco como gargarejo e faziam-se compressas quentes para aliviar os abcessos, os furúnculos e toda a espécie de feridas inflamadas.

Infusão de flor de tília
A tília é talvez uma das plantas mais conhecidas pelos seus efeitos calmantes. Aconselha-se para aliviar as dores de cabeça devidas a stress, diminuir a agitação, reduzir a tensão nervosa e ajudar a dormir. Foi usada pelos médicos como tranquilizante natural, durante a II Guerra Mundial.
As infusões de flor de tília também podem baixar a febre nas constipações e gripes.

Infusão de tomilho
Planta de conhecidas virtudes medicinais, o tomilho é recomendado para todos os tipos de infecções, incluindo constipações, gripe e sinusite. É espasmolítico e acalma a tosse, mesmo a coqueluche. Contribui também para aliviar o mal-estar causado por indigestão e levantar o moral.
Especialmente no Inverno, quase dia nenhum se passa sem que eu tome uma infusão de tomilho, pois como diz a sabedoria popular "mais vale prevenir do que ter de remediar..."
Para que a planta conserve o seu vigor, corte as hastes de tomilho a partir do meio, em vez de arrancar toda a haste. Assim, contribuirá para fortalecer a planta, caso contrário ela definhará e acabará por morrer.

Infusão de folha de urtiga
Pouco conhecida como planta da saúde, a urtiga possui virtudes medicinais exraordinárias: é um tónico que contém vitaminas e minerais, incluindo ferro. Pode atenuar reacções alérgicas, como febre-dos-fenos e urticária.
Uma simples infusão de folhas de urtiga (de preferência frescas) estimula o conjunto das funções orgânicas, exerce um efeito de drenagem sobre o fígado e activa a circulação sanguínea.
Para quem tem um jardim, não constitui problema nenhum apanhar as urtigas que se infiltram por entre as flores. Caso contrário, um passeio pelo campo proporcionará o mesmo resultado.
Para permitir a constante renovação da planta, corte somente as folhas de que precisa. Arrancar uma urtiga com raíz ou tirar-lhe todas as folhas, conduzirá a que a planta morra, não podendo, portanto, dar origem a outras plantas.

 

  Gostou deste artigo? Então, talvez queira sugerir a sua leitura a alguém que conhece. Obrigada.

© Dulce Rodrigues

 
 
 



Como utilizar as plantas?
Como utilizar as plantas?

Infusões de plantas
Infusões de plantas



Siga Dulce Rodrigues no Google

Siga Dulce Rodrigues no Facebook Siga Dulce Rodrigues no YouTube Siga Dulce Rodrigues no Pinterest Siga no LinkedIn  

Copyright © Dulce Rodrigues, 2000-2016. Reservados todos os direitos.